A Alfabetização

Circulando as vogais em um texto.

A melhor forma de auxiliar a criança no domínio da leitura e escrita é servir como modelo.

Mantenha a rotina de leitura em casa. A criança que percebe que seus pais lendo jornais, revistas, livros de receita ou qualquer outro material escrito fica estimulada.

Forme a biblioteca própria da criança com livros de leitura (com e sem texto), gibis, revistas infantis, encartes. Vá enriquecendo a biblioteca com novidades.

Faça visitas a livrarias, bancas de revista e bibliotecas apenas para folhear os materiais. Não é preciso comprar ou emprestar sempre algum livro ou revista, mas trabalhar com a criança o prazer da leitura sem compromisso, apenas pela curiosidade.

Proponha brincadeiras enquanto estiver no carro. Exemplos: localizar placas de trânsito nos quais esteja escrito a palavra PARE; ou placas de carro onde apareça a primeira letra do nome da criança; combinar cores e apostar quem encontra dez carros com aquela cor primeiro; encontrar no outdoor uma letra, palavra ou marca conhecida.

Solicite que a criança ajude a preparar listas: de compras, roupas e objetos para fazer uma mala de viagem, nomes de amigos para uma festa que vá acontecer etc.

Compre jogos educativos: alfabeto móvel, quebra-cabeças, jogo de memória, de montagem. A alfabetização e letramento da criança se dão em função de um conjunto de hipóteses sobre o código escrito que ela é capaz de estruturar. Portanto, todo tipo de jogo é fundamental e não apenas aqueles que envolvem letras e palavras.

Faça uma seleção de músicas infantis. O ritmo, a letra e as rimas são elementos riquíssimos que ajudam a criança a estruturar suas hipóteses de escrita e leitura. Ligue no carro um CD com músicas infantis e cante animadamente com a criança.

Assista a DVDs infantis coma a criança e leia para ela. Depois comente a história, os personagens com suas caracterísitcas físicas e psicológicas (malvado, zangado, alegre, gentil), os cenários etc.

Leia com a criança as anotações e informes presentes na agenda escolar. Valorize as anotações feitas pela própria criança. Façam pequenos lembretes de coisas importantes da escola para fixar na geladeira, com imã.

Tenha paciência e deixe que seu filho viva o próprio ritmo. Uma criança que já lê e escreve não está em melhor condição do que aquela que ainda não faz. Apenas possui domínios diferentes. Há crianças que ainda não escrevem, mas têm habilidades e conhecimentos muito superiores em todas as demais áreas. É preciso perceber a criança como um todo.

Mais fotos: https://picasaweb.google.com/101320427170414256136/Alfabetizacao?authkey=Gv1sRgCJuv8vDa6KGrbQ&feat=email#

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s