Cuidados com a Gripe H1N1

A Secretaria Municipal de Educação, expediu um alerta sobre a gripe, estamos repassando a todos.

1) Manter os ambientes ventilados;

2) Evitar aglomeração;

3) Lavagem rigorosa das mãos usando água e sabonete líquido, principalmente depois de tossir, espirrar, assoar o nariz / higiene nasal, ir ao banheiro e antes das refeições. Em locais onde não há água e sabonete prontamente disponíveis, é também efetiva a fricção das mãos com álcool 70 % (líquido, glicerinado ou gel);

4) Ao tossir ou espirrar deve-se cobrir o nariz e a boca com lenços descartáveis. Caso não haja lenço ou toalha de papel disponível, é preferível cobrir o nariz e a boca com a manga da camisa (“espirrar no cotovelo”) do que fazê-lo com as mãos, por meio das quais os germes são facilmente transferidos para outras pessoas ou para o ambiente;

5) Não compartilhar copos, canudos, toalhas, talheres, alimentos, maquiagem e protetores labiais,canetas, lapiseiras, borrachas, brinquedos, celulares, etc.;

6) Evitar tocar nariz, boca e olhos, após contato com superfícies com maior risco de contaminação, tais como: corrimões, superfícies de ônibus, trincos de portas, teclados de computadores, etc, pois os agentes de infecções respiratórias penetram o organismo pelas vias respiratórias. Se necessário tocar nariz, boca e olhos, higienizar as mãos antes;

7) Intensificar a higienização de objetos de uso coletivo, brinquedos, computadores, trocadores e maçanetas.

Se apresentarem sintomas de Síndrome Gripal (Gripe) – febre >38ºC + tosse e/ou dor de garganta:

1. Procurar atendimento em algum serviço de saúde da rede pública ou seu médico de referência para avaliação e encaminhamentos, se necessários.

2. Recomenda-se para adultos com Síndrome Gripal diagnosticada por profissional médico e em tratamento com oseltamivir o afastamento temporário de suas atividades de rotina por 5 dias a partir do início dos sintomas, a depender do estado geral do paciente. Para crianças em tratamento com oseltamivir esta recomendação de afastamento é de 7 dias. Para adultos sem tratamento com oseltamivir o afastamento deverá ser de 7 dias e para crianças sem tratamento de 14 dias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s