Roda de conversa

Como parte de nossa rotina diária, as crianças do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos estão totalmente familiarizados com as rodas de conversa.

Adotada como ferramenta pedagógica há anos, a roda de conversa mostra-se uma importante prática para a organização das crianças, além de possibilitar um momento único de socializar atitudes e pensamentos.

Mas, afinal, como ela funciona?

A roda de conversa é um método que consiste na criação de espaços de diálogo, em que as crianças podem se expressar e, sobretudo, escutar os outros e a si mesmos. O objetivo é estimular a construção da autonomia por meio da problematização, da troca de informações e da reflexão para a ação.

Trocas de experiências, conversas, discussões, construção e divulgação coletiva de conhecimentos são fatores oriundos dessa prática, que explora e fortalece os aspectos sociais favoráveis a posturas coletivas e singulares.

Discutir e construir, coletivamente, planos e estratégias para as atividades, respeitar e valorizar a opinião dos colegas e aprender com a diversidade de ideias e conhecimentos que os integrantes do grupo apontam não é uma tarefa fácil, mas muito gratificante quando executada.

O grande desafio é oficializar essa prática como um espaço de autonomia, autoanálise e autogestão, religando as práticas das aulas, dando a eles a liberdade de discutir e expor suas ideias e opiniões sobre como percebem suas dificuldades e as dificuldades do grupo referentes às atividades exploradas e executadas.

As rodas de conversa ocorrem normalmente no início e no fim de cada aula, mas também podem ser necessárias em outros momentos em função de algum problema. Muitas vezes surgem dúvidas sobre o funcionamento de um jogo e de suas regras e, nesse caso, podemos retomá-las e, por vezes, até modificá-las. Ocorrem também situações nas quais as crianças expõem problemas, esclarecem dúvidas, resolvem conflitos e valorizam as atitudes positivas. Opiniões são levantadas, situações são sugeridas e estratégias são formadas para a continuação da aula.

Ao final desta, a roda volta, e traz consigo uma característica mais avaliativa. Tentamos montar esse espaço de discussão justamente com propósito de pararmos e avaliarmos o que estamos fazendo, de que forma e por quê.

Assim, acreditamos atingir o objetivo de ampliar as oportunidades de desenvolvimento psicomotor, cognitivo e sócio-afetivos das nossas crianças, para que elas aprendam estratégias e habilidades na resolução de problemas em diferentes contextos, utilizando conhecimentos disponíveis para enfrentar situações novas e inesperadas, tais como: saber trabalhar em equipe, mostrar-se solidário com os colegas, respeitar e valorizar os outros, atuar na comunidade em busca da sua melhoria e transformação, e gerenciar sua formação pessoal.

Por fim, acreditamos que conversando, trocando ideias, sabendo falar e sabendo ouvir, conseguiremos atingir a integração entre o fazer, o saber, o conviver e o ser de nossas crianças!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s